Economia do Golo
O desporto é a nossa paixão e a escrita o nosso vicio. Sempre dispostos a conjugar as duas artes, na certeza de uma junção sempre feliz... ousem descobrir!

Mudanças no PSG

Mudanças à vista!

O PSG está a preparar-se para uma nova reestruturação dos seus gabinetes. Agora que a nova era do clube começou com a entrada de novos investidores (que irão adquirir um pouco mais de 10%), a inauguração da nova cidade desportiva em Yvelines a partir de 2023 e a possível mudança para um novo estádio, o clube gerido por Al Khelaïfi terá de cobrir a importante partida de Jean-Claude Blanc, director-geral há mais de dez anos.

O francês de 59 anos deixou o seu posto na segunda-feira para se juntar ao projecto INEOS. A prestigiada empresa petroquímica inglesa é também a proprietária do Nice, que está a ter um grande impacto no mercado francês ao adquirir os serviços de um dos melhores gestores da Ligue 1. No emblema parisiense, de facto, a maior parte das decisões precisavam da sua aprovação e a sua abordagem à gestão de situações delicadas tinha sido um bálsamo para um clube, por vezes, demasiado nervoso e impaciente.

Jean-Claude Blanc foi uma figura central no PSG nos últimos anos, tanto pelos resultados desportivos como pelo posicionamento da marca ‘PSG’. Em 2016, o agora ex-gerente geral do PSG encomendou a renovação do Parc des Princes para o Campeonato Europeu e foi também o cérebro por detrás da construção da nova cidade desportiva, que será inaugurada no próximo ano, pouco antes dos Jogos Olímpicos que se realizarão em Paris. “As últimas doze épocas têm sido uma aventura profissional maravilhosa, estou orgulhoso de ter ajudado o PSG a tornar-se na potência desportiva internacional que é hoje”, disse ele na declaração que oficializou a sua partida.

A saída de Blanc do PSG obriga Al Khelaïfi, que esteve em Doha durante o Campeonato do Mundo a negociar com alguns potenciais substitutos, a agir rapidamente. Segundo o jornal L’Équipe, Grégory Durand, o director dos assuntos jurídicos do clube, é um dos favoritos para o substituir. Dias antes, o presidente já tinha tido de agir para contratar Pascal Ferré, o lendário ex-director da revista France Football, conhecido pelas suas entrevistas antes da cerimónia Ballon d’Or, e Michelle Gilbert, da META (Facebook), que assumirá o papel de director de comunicação.

Uma nova era que começa em Paris…

Leave a comment